Share

imprimir

A primeira pedra foi "lançada" pelo Provedor em cerimónia pública



25 Jul 2014

O Hospital Ortopédico de Sant'Ana (HOSA) vai ser ampliado com a construção de uma nova unidade hospitalar na qual a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, proprietária daquele estabelecimento de saúde, vai investir a quantia de 11 milhões de euros.

 

A primeira pedra deste novo edifício foi "lançada", esta sexta-feira (25 de julho), dia do 110º aniversário do HOSA, pelo Provedor Pedro Santana Lopes, numa cerimónia pública naquele hospital. Presentes, o bispo Joaquim Mendes, o Secretário de Estado adjunto do Ministro da Saúde, Leal da Costa, o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreira, a Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Cascais, Isabel Miguéns Douças, e todos os membros da Mesa da Santa Casa.

 

Começando por saudar os funcionários daquele estabelecimento hospitalar que contribuem para o trabalho de excelência ali desenvolvido, o Provedor contou como, quando tomou posse do cargo, se deparou com aquela obra que estava suspensa há 24 anos e decidiu prossegui-la, tendo em conta que a saúde "é um bem primeiro" e de forma a tornar o projeto da construção da nova unidade "viável" e "útil" para a população local.

 

O Hospital de Sant'Ana passará assim a instituição polivalente (que deverá estar concluída em 2017) com novas especialidades, como oftalmologia, neurocirurgia ou otorrinolaringologia, revelou Pedro Santana Lopes, chamando ainda a atenção para o contributo das Misericórdias na melhoria das respostas que é preciso dar na área da Saúde, na atual época de crise económica que o país atravessa.

 

A nova unidade do HOSA vai ter 60 camas para internamento, bloco operatório com quatro salas, unidade de cuidados intensivos com seis camas, unidade de recobro com 32 lugares, central de esterilização e área de gestão de utentes, revelou a administradora com o pelouro da Saúde, Helena Lopes da Costa.

 

Na sua intervenção, o secretário de Estado, Leal da Costa manifestou o "apreço do Ministério da Saúde" por esta iniciativa da Santa Casa, lembrando que as duas instituições [Ministério e SCML] "são parceiros de primeira linha" na luta pela melhoria das condições de saúde e elogiando o "espírito de liderança absolutamente notável" de Pedro Santana Lopes.

 

Também o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreira, frisou que a ampliação do Hospital de Sant'Ana "é um momento de grande alegria para Cascais", contribuindo para "reforçar os valores da identidade" local.

 

A nova unidade hospitalar, no HOSA, junta-se agora à oferta dada pela SCML no campo dos cuidados de saúde. A sua 7.ª Unidade de Saúde, no Bairro da Liberdade, que representou um investimento de 100 mil euros e a abertura de uma nova ala no Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão, dedicado à recuperação das sequelas de AVC, que obteve um investimento de 500 mil euros, estão entre as iniciativas mais recentes

 

 

Copyright © 2014 - Hospital de Sant’Ana | Desenvolvido por