Share

imprimir

Hospital de Sant’Ana faz 111 anos



24 Jul 2015

Há 111 anos que o Hospital de Sant’Ana (HOSA), na Parede, se distingue pelo serviço que presta à comunidade.

O Hospital de Sant’Ana foi inaugurado há 111 anos. A data foi assinalada com uma celebração eucarística, na capela do hospital, seguida de um almoço para todos os funcionários que contou a presença do provedor Pedro Santana Lopes, familiares da fundadora D. Claudina Chamiço e com a atuação do Coro Vox Maris, no Jardim de Inverno.

Com 176 metros de fachada virada para o mar, o edifício deste hospital ergue-se, entre a Parede e Carcavelos, como um símbolo da luta contra a tuberculose óssea.

Doado em 1911 à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa por Claudina Chamiço, começou por ser um sanatório marítimo para tratar meninas pobres atingidas pela doença que, no início do século XX, foi um autêntico flagelo social. A mortalidade causada pela tuberculose rondava os 15 a 20 mil óbitos anuais. Mais de 90% dos infetados acabava por morrer.

São partes desta história que se recordam, ao percorrer os corredores revestidos a azulejos, as salas e a capela do edifício.

No tímpano do portal da capela, pode ver-se a imagem da Nossa Senhora da Misericórdia, com o seu manto, a acolher os mais necessitados, aqui representados pelas crianças e pelos mais idosos. A capela, de estilo neo-bizantino, tem as marcas de artistas de renome, como Costa Mata e António Ramalho que desenhou os vitrais.

Era nas galerias exteriores, frente às águas salgadas, que se colocavam as crianças, de forma a apanhar o ar marítimo, o sol, o iodo e o vento que afugentavam a tuberculose.

Outro dos locais emblemáticos do atual Hospital Ortopédico de Sant’Ana é o Jardim de Inverno, um espaço revestido com painel de azulejos de Arte Nova, onde predominam as plantas terapêuticas utilizadas para tratar a tuberculose óssea, e portadas voltadas para o mar. Esta ampla sala que hoje acolhe sessões de trabalho clínico e conferências, era utilizada para as crianças brincarem no inverno, e quando estava mau tempo.

Hoje, o Hospital de Sant’Ana constitui uma referência nacional no campo da ortopedia, diversificando a sua atividade a outras valências tais como cirurgia plástica, dermatologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, reumatologia, fisiatria, psicologia, nutrição, medicina física e de reabilitação (MFR) e imagiologia.

Em 2014, foram realizadas 33 262 consultas e 2 255 cirurgias, segundo os dados do Relatório de Gestão e Contas da SCML.

O HOSA guarda assim uma história e um valioso testemunho de evolução da arte médica em contínuo progresso.

 

Conheça as fotos do aniversário em: https://www.flickr.com/photos/misericordiadelisboa/sets/72157653963003214

Copyright © 2014 - Hospital de Sant’Ana | Desenvolvido por