Share

imprimir

Hospital da Estrela, da SCML avança com equipa de especialistas



17 Nov 2015

Uma Comissão de Peritos, criada pela Santa Casa, vai acompanhar e analisar o desenvolvimento do projeto do novo Hospital da Estrela.

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) criou uma Comissão de Peritos que será responsável por acompanhar e analisar o desenvolvimento do plano estratégico para o projeto do novo Hospital da Estrela, que vai dar lugar à maior Unidade de Cuidados Continuados e Paliativos em Lisboa, já em 2016.

A Comissão é composta por Ana Jorge, Bagão Félix e Isabel Galriça Neto, especialistas nas áreas de Pediatria, Finanças e Cuidados Paliativos, respetivamente, cujo envolvimento vem reforçar a dimensão e relevância desta nova unidade de saúde para a cidade de Lisboa.

A Santa Casa definiu também a constituição de uma Comissão Instaladora para este projeto, que tem a seu cargo a elaboração do plano estratégico e de ocupação faseada do antigo Hospital Militar da Estrela. A Comissão é composta por sete elementos das várias unidades de saúde da Santa Casa e é presidida pela diretora da Saúde da instituição, Tânia Matos.

A aquisição do Hospital Militar da Estrela foi formalizada a 30 de julho de 2015, entre o Ministro da Defesa, Aguiar Branco, e o Provedor, Pedro Santana Lopes, com o objetivo de criar a maior Unidade de Cuidados Continuados e Paliativos da cidade de Lisboa.

Esta aquisição pretende responder à necessidade urgente de um hospital deste âmbito na cidade de Lisboa, reforçando também os Cuidados Paliativos e Cuidados Continuados Integrados Pediátricos, valências inexistentes em Portugal.

A Santa Casa compromete-se, assim, a manter, durante 30 anos, a funcionalidade atribuída aos edifícios adquiridos. Será a maior unidade de Cuidados Continuados e Paliativos em Lisboa, ambicionando a excelência de serviços tais como o Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão, o Hospital de Sant'Ana e a Unidade de Cuidados Continuados Maria José Nogueira Pinto.

Neste momento, o antigo Hospital da Estrela encontra-se desocupado. O Departamento de Gestão Imobiliária e Património (DGIP) da SCML fez o levantamento e o diagnóstico preliminar da estrutura funcional do edificado (espaços e compartimentos), estando previsto que, até janeiro, sejam instalados serviços com consultas de especialidade.

Copyright © 2014 - Hospital de Sant’Ana | Desenvolvido por