Share

imprimir

Hospital de Sant’Ana, um hospital em crescimento



12 Jul 2016

O Hospital de Sant’Ana da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) tradicionalmente vocacionado para a ortopedia, oferece hoje consultas de várias outras especialidades médicas.

É entrar no Hospital de Sant’Ana e dar de caras com um hospital polivalente, rodeado de árvores e de mar. A paisagem ajuda a quem se sente doente e é recebido pelas equipas de profissionais de saúde.

Desde sempre ligado à ortopedia, o Hospital de Sant’Ana é atualmente um hospital com muito mais valências e com um leque de ofertas de acordos e de seguros de saúde.

Cláudia Perpétua faz parte da pequena percentagem de pacientes que já se apercebeu das novas valências que o hospital possui. Funcionária da SCML, recorreu à especialidade de urologia, valência que soube ter começado a funcionar no Hospital de Sant’Ana, no decorrer de uma visita de acolhimento da Santa Casa.

É num consultório com bastante luz e com uma varanda com vista para a fachada do edifício principal, que Rui Carneiro, médico urologista, dá as suas consultas.

No seu entender, é preciso fazer um “trabalho de inovação na especialidade”. No que respeita às mulheres, considera que “não estão muito informadas que estas consultas que também são dirigidas a elas”. Esclarece que esta especialidade “abarca toda a patologia do sistema urinário masculino e feminino e do aparelho reprodutor masculino”.

Esta valência ainda é pouco conhecida do hospital, mas o médico chama a atenção para as “boas condições” de trabalho e para os “bons profissionais” que estão disponíveis no Hospital de Sant’Ana, saudando “o processo de alargamento das especialidades, que está a acontecer”.

O “hospital dos ossos”, como era conhecido, deixou de se resumir apenas à ortopedia, passando a abranger consultas de acupuntura, cirurgia plástica, fisiatria, medicina interna, oftalmologia e psicologia, entre outras especialidades.

“Nós precisamos de mudar este paradigma e para isso é preciso persistência”, diz Rui Carneiro. Este é o pensamento que pretende manter até conseguir atingir os “objetivos”, no que toca ao número de pacientes.

No Hospital de Sant’Ana é possível também agora ter acesso a consultas de uma outra especialidade médica de maior abrangência: a medicina interna, que segundo Josete Pereira, médica internista, “tem três vertentes: o serviço de urgência, o internamento e a consulta externa”.

“No fundo, tratamos de tudo e só quando há casos mais específicos e que requerem uma diferenciação maior é que o internista envia os casos para um médico especialista”, esclarece a clínica. “A medicina interna atua quer no tratamento, quer na prevenção das doenças”, acrescenta, aconselhando: “é importante vir à consulta, não só como rastreio, mas para o posterior tratamento de várias doenças”.

Com diversas valências disponíveis e com um grupo de médicos, enfermeiros e auxiliares, o Hospital de Sant’Ana é o local ideal para tratar e prevenir doenças de todo o tipo.

As consultas podem ser marcadas http://www.hospitaldesantana.pt/384/pedido-de-marca%C3%A7%C3%B5es-de-consultas-e-exames, ou, nas instalações do Hospital, das 11h00 às 17h00.

Copyright © 2014 - Hospital de Sant’Ana | Desenvolvido por