Share

imprimir

Serviço de Nutrição do Hospital de Sant'Ana recomenda cuidados a ter com o ácido úrico no sangue e gota



18 Jul 2016

A hiperuricémia consiste na presença de níveis elevados de ácido úrico no sangue, sendo um importante factor de risco para o desenvolvimento de gota, doença reumatológica cuja prevalência tem aumentado na população nas últimas décadas. As principais causas nutricionais da hiperuricémia são a ingestão excessiva de alimentos com elevado teor em purinas, frutose e/ou sorbitol e de bebidas alcoólicas. Para além disso, as dietas hiperproteicas ou hiperenergéticas, o sedentarismo e a obesidade (sobretudo abdominal) são também fatores de risco. Uma nutrição adequada desempenha um papel preventivo importante para o desenvolvimento de gota, formação de cálculos renais e morbilidades associadas.

Nesse sentido, o Serviço de Nutrição do HOSA recomenda:

  •  prática regular de atividade física; manutenção de um peso corporal adequado;
  • ingestão diária de pelo menos 2 litros de água;
  • exclusão de cerveja e moderação de restantes bebidas alcoólicas; limitação de bebidas ou alimentos açucarados (analisar nos rótulos a presença de frutose e sorbitol).

Por último, uma pessoa diagnosticada com gota não deve excluir todos os tipos de carne e peixe nem outros alimentos fornecedores importantes de proteína como os legumes, leguminosas, leite e derivados, mas sim alimentos com elevado teor em purinas como a carne de porco, vísceras, charcutaria, conservas de peixe e mariscos.

 

Notícia disponivel na webletter da SCML: http://www.scml.pt/pt-PT/nossa_causa/webletter_19/

Copyright © 2014 - Hospital de Sant’Ana | Desenvolvido por