Share

imprimir

Hospital de Sant’Ana festeja 113 anos com novo edifício



27 Jul 2017

O investimento na Saúde foi destacado como prioritário pelo provedor, Pedro Santana Lopes, na comemoração do 113º aniversário do Hospital de Sant’Ana.

 

“A Santa Casa tem que continuar a ser igual, ou ainda melhor, com os mais pobres, com os que têm pouco, com os que mais precisam, e mais exigente com os que podem”, se quiser dar continuidade ao investimento que tem feito na Saúde, tornando a área sustentável. Foi desta forma que o provedor da Misericórdia de Lisboa, Pedro Santana Lopes, começou o seu discurso, na celebração dos 113 anos do Hospital de Sant’Ana (HOSA), que teve lugar esta quarta-feira, 26 de julho, na Parede.

 

“Nascemos para apoiar aqueles que mais precisam, aqueles que não têm, os que têm pouco”, frisou Pedro Santana Lopes, dando como exemplo o trabalho que também será feito no novo edifício deste hospital centenário, inaugurado no passado dia 2 de julho e que, à semelhança de todos os equipamentos da instituição, cumprirá igualmente este desígnio.

 

As comemorações deste 113º aniversário foram, também, assinaladas com uma missa solene que teve lugar na capela do hospital e que contou com a atuação do coro Vox Maris.

 

O programa da cerimónia incluiu, ainda, a assinatura de um protocolo de cooperação entre a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e a Academia João Cardiga, formalizado por Helena Lopes da Costa, administradora da Saúde da Misericórdia de Lisboa, e por Maria de Lurdes Cardiga, presidente da Academia Equestre João Cardiga.

 

“A Santa Casa, através do Departamento de Jogos, promove o desporto, apoiando federações desportivas, os comités olímpico e paralímpico, e outras associações”. Esta colaboração “procura estimular a prática desportiva, incentivar estilos de vida saudáveis, apoiar talentos nacionais e o desporto, enquanto motor de coesão e integração social”, sublinhou Helena Lopes da Costa, na sua intervenção.

 

Esta parceria entre os Jogos Santa Casa, o Hospital de Sant´Ana e a Academia João Cardiga permite que sete atletas, com dificuldades intelectuais e motoras, sejam acompanhados, gratuitamente, por psicólogos de área desportiva, neste hospital.

 

Já Maria de Lurdes Cardiga salientou que este era “um dia feliz para a equitação, para todos e para o projeto ‘Cavalgar até Tokyo 2020’. As consultas de psicologia desportiva, agora ao alcance destes atletas, serão uma importante ajuda para o rendimento desportivo e para o desenvolvimento psicológico e pessoal”, afirmou, reconhecida.

 

A presidente da Academia João Cardiga agradeceu à Santa Casa, ao Departamento de Jogos e ao Hospital de Sant’Ana o facto de terem “visão e coragem para abraçar este desafio, apoiando os atletas”.

 

 

Acompanhe as fotografias do aniversário do Hospital de Sant'Ana em:

https://www.flickr.com/photos/misericordiadelisboa/sets/72157684156146313

Copyright © 2014 - Hospital de Sant’Ana | Desenvolvido por